Na liderança isolada do Campeonato Brasileiro, o Atlético Mineiro resolveu adotar um clima de mistério para a partida contra o São Paulo, nesta quarta-feira, às 22 horas, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pela 16.ª rodada. O técnico Levir Culpi não quis confirmar a escalação da equipe e deixou a dúvida no ar sobrem quem começará jogando na armação das jogadas no meio de campo.

Nesta terça-feira, Levir Culpi comandou um rachão na Cidade do Galo e não confirmou mudanças na equipe. A expectativa é de que o colombiano Cárdenas ganhe uma vaga no time, no lugar do argentino Dátolo. O treinador testou esta formação na última segunda.

Animado com a renovação do seu contrato, o goleiro Victor convocou a torcida atleticana para o importante duelo. O Atlético quer manter a liderança, enquanto que o rival paulista pretende voltar ao G4 do Brasileirão, para seguir sonhando com o título. “Gostaria de chamar o torcedor a comparecer ao Mineirão, para nos apoiar. Todas as vezes que a gente precisou do apoio do torcedor ele fez a sua parte”, disse o jogador, ciente das dificuldades que o time vai enfrentar nesta quarta-feira.

Os jogadores reprovaram uma declaração do atacante Alexandre Pato, do São Paulo, que nesta terça-feira comentou que jogar no Mineirão seria mais fácil por parecer campo neutro. “Neutro para ele. É nossa casa. A torcida vai comparecer e vamos dar essa resposta”, disse o lateral-direito Marcos Rocha.