Joca: “Sabia que seria
difícil”, venceu duas regatas.

Búzios – Ao mesmo tempo em que Robert Scheidt, na Laser, e a dupla da Star Torben Grael e Marcelo Ferreira confirmaram favoritismo mantendo a liderança nas suas classes ontem, no segundo dia da Semana Pré-Olímpica Brasil de Vela, em Búzios, a disputa esquenta na classe Finn, entre João Signorini, o Joca, e Bruno Prada.

Após quatro regatas, duas realizadas ontem, a disputa para definir os representantes do País nos Jogos de Atenas, em agosto, terminou empatada na classe Finn.

Os dois iatistas fazem dobradinha desde a primeira regata. Joca venceu a primeira e quarta regatas e Bruno a segunda e terceira. “Sabia que seria difícil. A disputa da vaga em nossa classe será um match race (barco contra barco), em que a velocidade será decisiva”, afirmou Joca.

O torneio está sendo realizado nas raias montadas próximas ao Iate Clube Armação de Búzios, no Rio, e a primeira etapa prossegue até sexta-feira.

Torben Grael e Marcelo Ferreira foram segundo na terceira regata e vencedores da quarta regata para manter a liderança na classe Star, após dois dias de competições, com 7 pontos perdidos, mas seguidos de perto na classificação geral por Alan Adler e Ricardo Ermel, com oito pontos perdidos. Robert Scheidt disparou na liderança com duas vitórias seguidas, a terceira em dois dias. Tem agora 5 pontos perdidos. Bruno Fontes, que terminou o primeiro dia com a mesma pontuação de Scheidt não teve uma boa jornada ontem e soma 14 pontos perdidos, na segunda colocação.

Alexandre Paradeda e Bernardo Arndt, na classe 470, e Ricardo Winicki, o Bimba, na Mistral, ainda não perderam. Na Mistral feminina, Paula Newlands venceu a terceira regata, foi a segunda na quarta (ganha por Carol Borges) e lidera a competição com 5 pontos perdidos.