Um dos melhores jogadores do Santos nas últimas rodadas, o volante Cícero afirmou nesta terça-feira que vive seu melhor momento no futebol. E acredita que são justas as comparações com o também volante Paulinho, ex-jogador do Corinthians, rival santista do próximo domingo, em Araraquara.

Assim como Paulinho, Cícero vem se destacando por marcar gols ao surpreender as defesas adversárias com subidas repentinas ao ataque. “O Paulinho tem característica de força física. Tem facilidade para chegar à área do adversário, como eu também percebo que tenho. Sei entrar em espaço vazio. Tenho chute e cabeceio bom. Acho que ele tem uma maneira de jogar com força maior que a minha, eu tento organizar mais, mas chego de trás”, compara.

Cícero confessa que se colocou à disposição do técnico Claudinei Oliveira para jogar mais adiantado, próximo do meia Montillo. “Falei que, se fosse o melhor, se quisesse que eu fizesse função mais adiantada, eu faria. Mas lógico que sabemos da qualidade do Montillo. Ele acrescenta muito, venho mais na minha posição, de trás”, argumenta.

O volante acredita que, pelas rápidas investidas no ataque e pelo bom preparo físico demonstrado, está vivendo a melhor fase de sua carreira. “Além dos gols saindo, sinto que estou bem fisicamente. Sou jogador bem focado. As coisas às vezes não saem como imaginamos, mas neste ano estamos com regularidade. Esse ano está sendo a melhor fase da minha carreira”, afirma.

Sobre o clássico do próximo domingo, Cícero prevê uma partida complicada, apesar da situação ruim do Corinthians, que ainda jogará nesta quarta, pela Copa do Brasil. “Todo mundo sabe que o Corinthians não vem passando por um bom momento, mas é uma equipe forte, equilibrada e difícil de ser batida. Do lado de lá, têm jogadores qualificados e temos que respeitar. Não será fácil para a gente, como não será fácil para eles”, avalia.