O atacante Gabriel Jesus dá seus primeiros passos no futebol da Inglaterra com os pés firmes no chão, mesmo com toda a expectativa criada sobre o seu futebol. Se neste sábado, pela Copa da Inglaterra, ele até ganhou uma música da torcida do Manchester City, que já o tem como o mais novo xodó do clube, ele segue tendo noção crítica do próprio desempenho dentro de campo.

O camisa 33 atuou durante os 90 minutos na vitória sobre o Crystal Palace por 3 a 0, em Londres, e participou bastante do jogo, correndo muito durante todo o tempo e chegando inclusive a dar um passe para gol – o primeiro, de Sterling – e sofrer a falta do último, cobrada com perfeição por Yaya Touré. No entanto, ele perdeu um gol feito no final da partida e mostrou estar incomodado com a oportunidade desperdiçada.

“Fiz tudo ali (no lance). Infelizmente quando eu fui chutar para o gol acabou puxando uma cãibra na perna esquerda e eu escorreguei”, revelou o brasileiro, em entrevista para a ESPN Brasil. “Hoje (sábado) eu não vou dormir por causa disso, não gosto de perder gol”, contou.

Se Gabriel Jesus está chateado por ter perdido o gol, o mesmo não pode se dizer do seu treinador. O espanhol Pep Guardiola elogiou o desempenho do atacante, entendendo as suas limitações no início da carreira no futebol europeu.

“Ele nos ajudou muito”, exaltou, falando ao portal do jornal inglês The Guardian. “Ele é muito agressivo, muito forte, não é um jogador alto e vai muito bem em jogadas aéreas. Foi o primeiro jogo dele e não é fácil de se comunicar, já que ele não fala inglês, mas a assistência dele foi incrível”, enalteceu o técnico do Manchester City.