As dificuldades enfrentadas pela seleção brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo são consideradas naturais pelo técnico Dunga. Para ele, conseguir a classificação para o Mundial é mais difícil do que disputar a principal competição entre seleções de futebol.

“Jogar Eliminatórias é mais difícil que jogar uma Copa do Mundo. Quando você vai jogar contra Peru, Equador, Chile, na casa deles, o país inteiro se reúne para jogar contra o Brasil. E quando a gente joga no Brasil, há uma série de restrições, problemas e polêmicas. Isso acaba criando um ambiente que dificulta um pouco”, analisou, em entrevista ao programa Painel RBS.

Em 2008, o Brasil empatou as três partidas que disputou em casa pelas Eliminatórias. Dunga voltou a culpar o cansaço pelos seguidos tropeços da seleção. “Os jogadores não têm uma recuperação necessária para o segundo jogo. Além disso, o fuso horário atrapalha. Os jogadores da Europa enfrentam a dificuldade de se adaptar ao fuso, fazer viagens longas. Quando temos 15 dias para treinar, o nível da seleção é outro”, justificou.

A seleção brasileira está em segundo lugar nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2010, com 17 pontos. Os quatro primeiros se classificam para o Mundial e o quinto disputará uma repescagem com um representante da Concacaf. No domingo, a equipe encara o Equador, em Quito, e no dia 1.º de abril recebe o Peru em Porto Alegre.