O capitão e goleiro do São Paulo, Denis, mostrou bastante abatimento e preocupação com a má fase do time. A derrota por 3 a 1 para o São Bernardo, no último sábado, derrubou o ânimo do grupo e, antes de enfrentar o River Plate, na Argentina, pela Copa Libertadores, a equipe terá, no entender do jogador, de reunir forças para reagir e, principalmente, adotar uma nova postura.

O goleiro explicou que os jogadores precisam agir de forma diferente, com mais dedicação e diálogo. “Nós temos que nos cobrar mais. Do jeito que está, não esta funcionando. Cada um tem que se cobrar mais para que as coisas possam voltar a acontecer a nosso favor, com vitórias e bons resultados”, afirmou Denis. O capitão é o único do time a ter atuado nas 12 partidas no time nesta temporada.

A derrota de virada para o São Bernardo, no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista, fez o time ficar abalado. Porém, será necessário dar a volta por cima rapidamente para, na quinta-feira, em Buenos Aires, conseguir ao menos empatar contra o atual campeão da Libertadores. Assim, seria possível minimizar o prejuízo da inesperada derrota em casa para o The Strongest, da Bolívia, na estreia.

“Alguns torcedores não entendem o baixo rendimento da equipe e às vezes nem, nós, os jogadores entendemos o que acontece”, afirmou o capitão. “Se você pegar a qualidade do nosso elenco, os jogadores que nosso time tem, teria que estar jogando de uma forma muito superior ao que estamos jogando. Mas não adianta termos uma equipe ótima no papel, nome não ganha jogo”, declarou.

No entender de Denis, o time tem qualidade suficiente para brigar pelas primeiras posições das competições e para que consiga corresponder a essa expectativa, o capitão afirmou que é necessário o time assumir mais responsabilidades. “A postura de cada jogador tem que mudar. Começando por mim, lá atrás, até atingir os outros dez. Essas mudanças de querer mais, se doar mais, a equipe está precisando. É um olhar na cara do outro, deixar as dificuldades de lado”, explicou.