A justificativa dos jogadores do Atlético foi unânime para o tropeço em casa frente ao Joinville, ao empatar em 1 x 1 mesmo com um jogador a mais em campo. O time não estava numa boa noite, mas também não pode significar que a situação necessite de alguma preocupação.

O elenco também destacou que conseguir ao menos um ponto foi importante para a sequência da competição.

“Todos viram a doação de todos, tem dia que não vai, mas é isso aí. O importante foi arrancar um ponto e agora é buscar esses dois perdidos fora de casa”, ressaltou Deivid.

O treinador Ricardo Drubscky ainda fez um alerta para novos possíveis tropeços do time e que devem ser considerados normais, diante da longa tabela da competição. “Temos que ter a tranquilidade e saber que o Atlético não vai ganhar os 18 jogos e os outros times também não. Mas não empatamos com qualquer time”, ressaltou.

Novidade

O Atlético deve confirmar nos próximos dias a contratação de Jorge Andrade, ex-coordenador geral das categorias de base do Internacional. Ele vai integrar a diretora de futebol do Furacão