Se depender do retrospecto, o Atlético larga nesta final da Copa do Brasil com vantagen em relação ao Flamengo. Nas últimas quatro edições, o time que fez a primeira partida da decisão em casa faturou o título. Foi assim com Corinthians (2009), Santos (2010), Vasco (2011) e Palmeiras (2012). A última vez que o clube que decidiu diante da torcida foi campeão foi em 2008, quando o Sport Recife bateu o Corinthians por 2 x 0 na Ilha do Retiro, tirou a diferença da derrota por 3 x 1 em São Paulo e levantou a taça.

Até hoje, nas 24 edições do torneio já realizadas, em 15 oportunidades quem levantou a taça jogou a primeira partida em casa. Apenas 9 campeões fizeram a festa em seu estádio.

No entanto, no começo do torneio não foi assim. Nas primeiras seis edições, apenas em 1990 a equipe vencedora decidiu longe de casa. Na ocasião, o Flamengo derrotou o Goiás por 1 x 0, em Juiz de Fora-MG, onde o clube mandou seus jogos na reta final, e na volta segurou o 0 x 0 no Serra Dourada.

Depois disso, a partir de 1995, este retrospecto se inverteu e ser campeão em casa virou exceção. Casos do Palmeiras, em 1998; do Cruzeiro, em 2000 e 2003, e do Sport, em 2008. Dos últimos 12 campeões, nada menos do que 10 levantaram a taça no estádio do adversário.

Inclusive, dos 15 campeões fora de casa, 10 fizeram valer o mando de campo e apenas ‘administraram’ o resultado na partida de volta, enquanto os outros cinco precisaram buscar o resultado fora de casa. O primeiro foi o Cruzeiro, em 1996. Após empatar por 1 x 1 no Mineirão, a Raposa precisou vencer o Palmeiras no Parque Antártica por 2 x 1 para ficar com o título.

Em 1997 e em 2001, foi a vez do Grêmio. Primeiro, contra o Flamengo, empatou por 0 x 0 no Olímpico. Na volta, perdia por 2 x 1 no Maracaná, mas conseguiu o empate em 2 x 2 e foi campeão pelo critério de gols marcados fora de casa. Quatro anos depois, o tricolor gaúcho mais uma vez se superou nos domínios do adversário. Contra o Corinthians, empatou na ida por 2 x 2 no Olímpico, mas no Morumbi venceu por 3 x 1.

Situação semelhante à do Santo André, que em 2004 empatou no Parque Antártica por 2 x 2 contra o Flamengo no primeiro jogo, mas depois surpreendeu o clube carioca com uma vitória por 2 x 0, em pleno Maracanã. Por fim, em 2007, o Fluminense empatou com o Figueirense por 1 x 1 no Maracanã, mas arrancou uma vitória por 1 x 0 no Orlando Scarpelli.