Um dos grandes atacantes do futebol brasileiro nos anos 90 e 2000 pode voltar aos gramados quase cinco anos depois de ter encerrado a carreira. Aos 44 anos, Edilson negocia com o Guaratinguetá para defender o time paulista na temporada de 2015. “Ele irá somar bastante, dentro e fora de campo. A experiência dele ajudará muito os jogadores mais novos”, disse Pedro Panzelli, presidente do clube.

Segundo o dirigente, uma reunião com Edilson está marcada para a próxima quarta-feira para discutir o tempo de contrato. “A vinda dele está 90% certa”, afirmou Pedro Panzelli, mostrando confiança no negócio com o pentacampeão mundial – o atacante era reserva na seleção que ganhou a Copa de 2002.

A expectativa é de que Edilson participe de 40% dos jogos do Guaratinguetá na temporada. O time disputará o Campeonato Paulista da Série A2, na tentativa de retornar à elite estadual depois do rebaixamento em 2012. No segundo semestre, também encara a Série C do Brasileiro.

De acordo com Pedro Panzelli, os salários de Edilson serão bancados por patrocinadores. O pentacampeão mundial deixou os gramados em maio de 2010, quando atuava pelo Bahia. Revelado pelo Vitória, ele brilhou com as camisas de Palmeiras, Corinthians e Flamengo. Agora, pode voltar ao futebol.