Capeta volta à Gávea.

O atacante Edílson foi apresentado ontem como o novo reforço do Flamengo para a disputa do campeonato brasileiro. O jogador, que já atuou no clube entre setembro de 2000 e dezembro de 2001, acertou sua permanência na Gávea até o final de 2004.

Edílson passou a tarde de ontem acertando as bases do seu contrato. Para atuar no Flamengo, o jogador aceitou a redução de seu salário de R$ 135 mil (valor que recebia no Cruzeiro) para cerca de R$ 100 mil mensais. Sem esconder a satisfação por retornar à Gávea, ele afirmou estar pronto para dar novos títulos ao clube. “O Flamengo de hoje tem mais condições de honrar seus compromissos financeiros e isso me dá tranqüilidade. Acho que a condição financeira foi a que menos pesou, senão teria continuado no Japão”, disse o atacante, que tinha ido jogar no futebol japonês depois da conquista do penta.

Por estar no Cruzeiro há dois meses sem jogar, desde que voltou do Japão, Edílson disse que necessitará de pelo menos duas semanas para recuperar sua condição física. “Vou conversar com os médicos, os preparadores físicos e o técnico Nelsinho Baptista para saber o programa de treinamento. Acredito que com 10 dias de trabalho físico já poderei estar em boas condições” afirmou o atacante. “Depois, com mais uns 5 dias de trabalho físico e com bola, acredito que já poderei ser escalado.”

A última partida de Edílson pelo Flamengo aconteceu no dia 12 de dezembro de 2001, pela Copa Mercosul, no Maracanã, contra o San Lorenzo, da Argentina. Na ocasião, a partida terminou em empate sem gols e o jogador foi expulso de campo. No total, ele atuou 83 vezes com a camisa do clube e marcou 35 gols. Ele também participou da conquista de três títulos: Taça Guanabara, campeonato carioca e Copa dos Campeões, todos em 2001.