Único brasileiro na chave principal de simples masculina desta edição de Wimbledon, Rogério Dutra Silva foi eliminado já no jogo de estreia do Grand Slam, nesta segunda-feira, em Londres. Ele foi superado pelo ucraniano Sergiy Stakhovsky, que ganhou por 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 6/0 e 6/4, no primeiro jogo encerrado entre os homens neste longo dia de confrontos na capital inglesa.

Atual tenista número 2 do Brasil e hoje centésimo colocado do ranking mundial, posto que ele assumiu nesta segunda, Rogerinho não conseguiu segurar o 116.º jogador da ATP no piso de grama da mais tradicional competição do tênis mundial.

Essa foi a segunda vez que Dutra Silva encarou Stakhovsky no circuito profissional, sendo que o ucraniano já havia levado a melhor sobre o brasileiro no duelo anterior entre os dois. Também neste ano, o ucraniano superou o rival por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/3, no Torneio de Nice, na França, em quadra de saibro.

Com a vitória na primeira rodada, Stakhovsky se credenciou para enfrentar na próxima fase o vencedor do duelo entre Roger Federer e o romeno Victor Hanescu, também previsto para ser encerrado nesta segunda. Atual campeão de Wimbledon e sete vezes vencedor do Grand Slam inglês, o tenista suíço figura como terceiro cabeça de chave da competição.

No duelo diante do brasileiro, o ucraniano não teve o serviço ameaçado nenhuma vez no primeiro set e aproveitou a única chance que teve de quebrar o saque do rival para assegurar a vantagem inicial de 6/4.

Na segunda parcial, mais uma vez absoluto no saque, Stakhovsky converteu três de seis break points para aplicar um “pneu” (6/0) sobre o brasileiro. E, no derradeiro set, Dutra Silva finalmente conseguiu ameaçar o saque do adversário, mas não foi feliz em nenhuma das duas oportunidades de quebra que teve e, superado no único break point cedido ao rival na parcial, levou o 6/4 que liquidou o jogo em apenas uma hora e 20 minutos.

Em outro duelo já encerrado nesta segunda-feira na chave masculina, o francês Benoit Paire foi à segunda rodada de Wimbledon ao vencer o romeno Adrian Ungur por 3 sets a 1, com parciais de 6/4, 4/6, 6/3 e 6/1. Com isso, ele terá pela frente na próxima fase o ganhador da partida entre o norte-americano John Isner e o russo Evgeny Donskoy, também prevista para esta segunda.