Estocolmo – O técnico Dunga já deixou claro que ninguém tem vaga de titular garantida na seleção brasileira. Assim como fez com o meia Kaká na vitória por 3 a 0 sobre a Argentina, o treinador não afastou a possibilidade de colocar o melhor do mundo, Ronaldinho Gaúcho, no banco de reservas na partida contra o Equador, amanhã, em Estocolmo, Suécia.

Dunga, mais uma vez, lembrou que até Pelé, o Atleta do Século, passou por situação semelhante, mas aproveitou a oportunidade para reverenciar o futebol do camisa 10 do Barcelona.

?Isso (ficar no banco) já aconteceu até com o Pelé, portanto, nada é impossível. Contudo, não podemos, de forma alguma, questionar o futebol do Ronaldinho?, disse em entrevista concedida à Rede Globo.

Poupados

Após a goleada sobre o Kuwait, por 4 a 0, no sábado, Dunga e os médicos da seleção brasileira decidiram poupar alguns jogadores no treino de ontem, no Estádio Soder, localizado na Arena Vägen, em Estocolmo.

Os atacantes Robinho e Rafael Sóbis, os zagueiros Luisão e Alex, o volante Mineiro e o lateral Maicon ficaram no Grande Hotel, onde a delegação está hospedada, fazendo recuperação física.

Assim como no país árabe, o Brasil foi recebido com festa na Suécia. A seleção volta a treinar hoje, ao meio-dia (horário de Brasília), no Estádio Rasunda, local do amistoso de amanhã.