Paris (AE) – No reino das beldades, uma tenista de pouco charme, meio esquelética, mas de técnica refinada, também tem seu lugar de destaque, como é o caso da belga Justine Henin-Hardenne. Campeã de Roland Garros de 2005, ela vai enfrentar a campeã do ano anterior, a russa Anastásia Myskina, já na rodada de oitavas-de-final em Paris. Com eficiência invejável, Justine venceu a italiana Tatiana Garbin por 6/4 e 6/0, enquanto Myskina, de beleza exótica, ganhou de outra bela, Ana Ivanovic, da Sérvia, por 6/2 e 6/3.

Politicamente correta – e em constante briga com a mais badalada de todas, Maria Sharapova – Anastásia Myskina também foi prestigiada na sua partida pelo ex-presidente russo, Boris Yeltsin, assim como já havia acontecido com Sharapova, na sexta-feira. Myskina exagerou nos elogios.

?Ele (Boris Yeltsin) sempre me traz sorte. Todas as vezes em que viu meus jogos eu ganhei. Ele realmente ama o tênis, vem nos ver com o coração, e por isso traz sorte.?

Curiosamente, o ex-presidente ?pé-quente? não foi visto na quadra 1, onde Elena Dementieva, dona de um dos físicos mais elogiáveis do circuito, sucumbiu diante de uma quase desconhecida, a israelense Sharhar Peer, por 6/4 e 7/5.

Para compensar a saída de Dementieva, a ex-modelo Daniela Hantuchova segue na competição e com uma difícil vitória sobre a francesa Nathalie Dechy, por 6/3, 3/6 e 10/8, avançou para as oitavas-de-final. Sua próxima adversária será a belga Kim Clijsters, que eliminou a espanhola Anabel Medina Garrigues por 6/3 e 6/4. Campeã do US Open do ano passado, a tenista belga surpreendeu ao confirmar sua intenção de aposentar-se na temporada de 2007. Com apenas 22 anos, está farta de tantas contusões e vai preferir aproveitar a vida com a fortuna que já acumulou.

A rodada das oitavas-de-final do feminino promete ser emocionante. Hoje, joga-se a chave de cima e estão marcados duelos como Amelie Mauresmo com Nicole Vaidsova, Venus Williams com Patty Schnyder, Francesca Schiavone com Svetlana Kuznetsova e, no duelo mais esperado, Maria Sharapova pega a irmã de Marat Safin, Dinara Safina, que vem de título do Aberto de Roma.

No masculino, os franceses fizeram a festa com a vitória de Julien Benneteau sobre o checo Radek Stepanek – hoje badalado por ser o namorado de Martina Hingis – por 5/7, 7/5, 7/6 (10/8) e 6/3. O australiano Lleyton Hewitt, que esteve a ponto de não jogar em Roland Garros este ano por causa de uma lesão, já alcançou as oitavas, depois de superar ontem o eslovaco Dominik Hrbaty por 7/6 (7/5), 6/2 e 6/2.

Nadal

No dia em que comemorou 20 anos de idade, por pouco Rafael Nadal não recebeu um bolo surpresa com uma bomba dentro. Num jogo que parecia fácil, o tenista espanhol precisou de quase cinco horas (4h53min) para superar o francês Paul-Henri Mathieu por 5/7, 6/4, 6/4 e 6/4 e classificar-se para as oitavas-de-final do Torneio de Roland Garros, em que enfrentará o australiano Lleyton Hewitt.