Após a goleada de 4 a 1 do Vasco sobre o Vila Nova, na última terça-feira à noite, em São Januário, pela 30.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o técnico Dorival Júnior condenou os gestos ofensivos do volante Amaral e do atacante Elton após a marcação dos seus gols no duelo.

Os dois desabafaram contra críticas que o time vinha sofrendo de alguns torcedores durante o confronto. Ao marcar o segundo gol vascaíno, Amaral colocou a mão no ouvido para pedir aplausos e ironizar as vaias recebidas, enquanto Elton pediu silêncio ao fazer o quarto gol.

“Não é a atitude correta. Na hora do gol nós estávamos comemorando no banco e nem vi direito o que aconteceu. Mas respeito cabe em qualquer situação. Vou conversar com eles. Será corrigido e não voltará a acontecer”, prometeu Dorival Júnior.

Logo após o final do jogo, Amaral reclamou da atitude dos torcedores que vaiavam a equipe, mas depois resolveu pedir desculpa pelo seu ato. “Fiz um gesto para a torcida e queria me desculpar. Eles vieram aqui (em São Januário) nos apoiar e não foi certo o que eu fiz”, ressaltou, em entrevista coletiva.

Já Elton manteve o tom de críticas aos torcedores, mas garantiu não ter ficado magoado com eles. “Não tem qualquer tipo de mágoa, mas o torcedor precisa entender também. Estamos liderando o campeonato e eles (torcedores) têm que estar ao nosso lado. Se quiserem vaiar, tudo bem, mas depois da partida e não durante o jogo”, pediu o jogador.