O Santos venceu o Novorizontino por 3 a 1 na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, mesmo atuando com os reservas. Para Dorival Júnior, a atitude e a confiança dos atletas foram fundamentais para conquistar a vitória na última rodada da fase de grupos do Campeonato Paulista.

“Eu vinha falando que, com o retorno de todos, dificilmente aconteceria algo que não fosse o equilíbrio. Os resultados voltaram desde o jogo no Peru [pela Copa Libertadores], com postura boa. Tivemos uma derrota contra o Palmeiras, com resultado que não mostrou o que foi o jogo. Mas o Santos voltou a jogar com confiança, com equilíbrio, e voltou a criar”, disse o treinador.

Dorival considera a Ponte Preta o adversário mais difícil de um dos grandes nas quartas de final do Campeonato Paulista. E, segundo ele, o Santos está crescendo no momento decisivo da competição para encarar este desafio.

“Olhem os números da Ponte Preta. Isso não nos deixa nenhuma dúvida. Estávamos no grupo mais equilibrado até três rodadas. Ficamos até a última rodada brigando pela posição. A Ponte é um time que se reinventa muito fácil. Mudam os nomes, mas eles mantêm o ritmo de trabalho. A cada ano que passa eles conseguem uma superação que os deixam sempre bem colocados no Brasileirão. Tenho muito respeito e também expectativa de que tenhamos dois bons jogos contra eles.”

Com a vitória, o Santos confirmou a primeira colocação no Grupo D e será o mandante do segundo jogo das quartas de final. A data e os horários das partidas serão definidos nesta quinta-feira.