Divulgação
Dono da Raia, no final, destacou-se de seus rivais, confirmando
seu grande favoritismo.

O Grande Prêmio Brasil, corrido na tarde de ontem, com grande público lotando as dependências do Hipódromo da Gávea, como se esperava, foi vencido de maneira brilhante pelo cavalo Dono da Raia, que como de costume correu mais atrasado, mas com grande ação dominou a corrida nos últimos 200 metros, livrando boa vantagem sobre His Friend, que formou a dupla, com Naperon, Coração de Vidro e Sinistro completando o marcador.

Dono da Raia, de Hibernian Rhapsody e Outra Arumba (Henri Le Balafré), é um paulista de criação do Haras São Quirino, que defendeu a farda do Stud Mictik, recebendo precisa direção de Marcelo Gonçalves, sob os cuidados do treinador A.L.Cintra.

Vitória paranaense na prova da milha

O Grande Prêmio Presidente da República, prova do grupo 1, na distância de 1.600 metros, foi vencido pelo paranaense Quick Gipsy, que depois de breve luta com o favorito Bandido Secreto firmou-se na ponta e, bem dosado por Alex Mota, seguiu até o final, sem ser ameaçado por Out of Control, que formou a dupla, com Quick Hawk, Future e Lucky Dance completando o marcador. Tempo: 1?35?5, em pista de grama leve.

Quick Gipsy, um filho de American Gipsy e Speed Daughter, de criação do Haras Anderson, defendeu a farda Palura, preparado por S.B.Silva e dirigido por Alex Mota.