A Federação Paranaense de Triathlon, ao comando do professor Edgar Faccin Vianna, voltou, em 2003, a escrever uma formidável somatória de excelentes resultados, tanto a nível regional, como nacional e internacional.

Seus atletas, novamente, e agora com mais força, foram listados entre os melhores do Brasil, alguns figurando como autênticos astros e estrelas nesse segmento esportivo.

O presidente da Federação Paranaense de Triathlon, professor Edgar Faccin Vianna, não escondeu sua euforia pelos excelentes resultados que a entidade colheu ao longo da temporada recém-encerrada, frisando que ?todo nosso esforço foi concentrado nas categorias de base, espelhados nos nomes da categoria elite e que nasceram justamente nessas categorias, como o caso do internacional Juraci Moreira Júnior, um dos mais prendados e importantes nomes do triatlo brasileiro?.

Mais adiante, Faccin conta que a temporada 2003 ?foi extremamente enriquecida com o triatleta Guilherme Valenza Manocchio, que ao lado de Juraci pontuou entre os dez melhores triatletas brasileiros, para nós, certamente, um grande orgulho e motivo de muita festa?.

Contudo, o presidente Edgar Faccin Vianna ainda mantém sua preferência para as categorias menores, verdadeiro celeiro para o triatlo brasileiro ?a tal ponto – afirma – que o Paraná foi um dos melhores destaques nacionais, haja vista que em dez categorias em que nosso Estado participou a nível nacional, ou seja, em campeonatos brasileiros, foram conquistados nada menos que oito títulos de campeão nacional e quatro de vice-campeão, o que, ao final da temporada, conferiu ao Paraná a condição de melhor Estado brasileiro nas categorias de base?.

Eufórico, Edgar Faccin Vianna completa, para frisar que ?o Paraná, além desses maravilhosos resultados, foi considerado o Estado que melhor organização apresentou em 2003 em sediar campeonatos a nível regional e nacional?.

O registro final de 2003 da Federação Paranaense de Triathlon foi realmente muito bom, excelente até.

Brasileiro de Vitória

Yana Barcik Glaser, vice-campeã 16/17 anos; Fernando Silva Alves, vice-campeão 18/19 anos; Cássia Maria Adam, vice-campeã 35/39 anos; Ana Lúcia Piacentini, campeã 45/49 anos.

Pan-americano/Rio

João Alfredo Soares, campeão 14/15 anos; Guilherme V. Manocchio, campeão sub 23; Gisele Bassil, vice-campeã sub 23; Cássia Maria Adam, vice-campeã 35/39 anos; Ana Lúcia Piacetini, campeã 45/49 anos.

Brasileiro de Menores

Disputado em Londrina em 16 de novembro: Marina Teixeira Pereira, campeã 9/10 anos; Lívia P. da Fonseca, vice-campeão 9/10 anos; Renato Diniz de Moraes, campeão 9/10 anos; Jessica C. Cardoso, campeã 11/12 anos; Douglas Eduardo Bertholdo, campeão 11/12 anos; Soelen Gracco Bozza, campeã 13/14 anos; Luca Barcik Glaser, vice-campeão 13/14 anos; Pedro Skorupski, campeão 15 anos; João Alfredo Soares, vice-campeão 15 anos; Yana Barcik Glaser, campeã 16 anos; Guilherme P. Niece, campeão 16 anos; Renan M. Fonseca, vice-campeão 16 anos.

Categoria Elite

Na categoria Elite, a mais alta do triatlo brasileiro e internacional, dois nomes paranaenses de peso: Juraci Moreira Júnior e Guilherme Valenza Manocchio.
Juraci está na lista dos melhores do mundo. No pan-americano do Rio de Janeiro (9 de novembro de 2003), ficou em 29.º lugar e está listado entre os prováveis da seleção brasileira para os Jogos Olímpicos Mundiais em Atenas, este ano, lembrando que no brasileiro de Vitória (14 de julho de 2003), Juraci ficou em 5.º lugar e Guilherme Manocchio entre os dez melhores do Brasil.