A Federação Italiana de Futebol (FIGC) anunciou nesta segunda-feira que a final da Supercopa da Itália deste ano será disputada bem longe do país. Maurizio Beretta, presidente da Liga Série A, revelou durante um congresso em Paris que no dia 22 de dezembro, a cidade de Doha, no Catar, receberá o confronto entre Juventus e Napoli.

Rumores na imprensa italiana já davam conta de que a final aconteceria em território estrangeiro, com Doha sendo o nome mais especulado. “Somos gratos pela oportunidade de sermos capaz de exportar a nossa Supercopa da Itália para um país interessante e de prestígio como o Catar”, declarou Beretta em entrevista coletiva nesta segunda.

Esta será a sétima vez que a final da Supercopa da Itália será disputada em jogo único fora do país europeu. Nas outras ocasiões, as cidades que receberam a partida foram: Washington (1993), Trípoli (2002), Nova York (2003) e Pequim (2009, 2011 e 2012). O torneio reúne o último campeão italiano (Juventus) e o último vencedor da Copa da Itália (Napoli).