Depois de cair de forma surpreendente na semifinal do Torneio da Basileia, no último sábado, Novak Djokovic voltou a vencer nesta quarta-feira em sua estreia no Masters 1.000 de Paris. Cabeça de chave número 1 da competição, o sérvio bateu o croata Ivan Dodig por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/3.

Com o resultado, o líder do ranking mundial já se garantiu nas oitavas de final e terá pela frente agora o seu compatriota Viktor Troicki, que nesta quarta venceu o ucraniano Sergiy Stakhovsky, também por 2 a 0.

Em meio a uma temporada fantástica, Djokovic joga o Masters 1.000 de Paris como último desafio antes do ATP Finals, torneio que reunirá os oito melhores tenistas da temporada a partir do próximo dia 20, em Londres.

Para voltar a vencer nesta quarta, o tenista sérvio esteve soberano com o seu saque na mão, com o qual ganhou 90% dos pontos que disputou quando utilizou o seu primeiro serviço. Ele ainda aproveitou duas das cinco chances que teve de quebrar o saque do seu adversário, que não conseguiu nenhum break point a seu favor.

DUPLAS – Se Djokovic não teve problemas para confirmar o seu favoritismo na estreia do torneio de simples em Paris, no de duplas os brasileiros Marcelo Melo e Bruno Soares venceram o duelo que travaram pelas oitavas de final nesta quarta. Eles derrotaram o sueco Robert Lindstedt e o romeno Horia Tecau por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 4/6, 6/3 e 10/6.

Agora, pelas quartas de final, a parceria do País irá encarar o mexicano Santiago Gonzalez e o alemão Christopher Kas, que pelas oitavas venceram os indianos Leander Paes e Mahesh Bhupathi por 2 sets a 1, com 3/6, 6/1 e 10/8.