Imbatível na temporada, o sérvio Novak Djokovic fez mais uma vítima nesta quinta-feira. Em 1h33min, o número dois do mundo derrotou o suíço Stanislas Wawrinka por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/1, e se garantiu nas quartas de final do Masters 1000 de Roma. Foi sua 34.ª vitória consecutiva neste ano.

Na sequência, ele terá pela frente o sueco Robin Soderling, atual número cinco do ranking da ATP. Nesta quinta, Soderling sofreu para vencer o espanhol Nicolas Almagro por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 3/6 e 6/4.

Depois de atropelar na estreia, Djokovic teve mais trabalho para vencer nesta quinta, em uma reedição da final de Roma de 2008 – vencida pelo sérvio. Mostrando bom ritmo, Wawrinka fez um primeiro set equilibrado e não facilitou a vida do número dois do ranking. Chegou a ter quatro break points, mas não aproveitou as chances.

Djokovic foi mais eficiente ao quebrar o saque do rival no décimo game, depois de perder dois set points. Embalado, o sérvio começou melhor no segundo set e impôs nova quebra logo no segundo game. Wawrinka voltou a desperdiçar oportunidades e viu o adversário abrir 5/0. No final, venceu um game de honra e evitou o “pneu” diante do melhor jogador de 2011 até agora.