Novak Djokovic confirmou o seu favoritismo de forma arrasadora para avançar à terceira rodada do Aberto da Austrália. Líder do ranking mundial e cabeça de chave número 1 da competição, o tenista sérvio atropelou o russo Andrey Kuznetsov por 3 sets a 0, com parciais de 6/0, 6/1 e 6/4, nesta quinta-feira, e se manteve na trilha rumo ao seu quinto título do Grand Slam realizado em Melbourne.

Com o triunfo obtido em apenas uma hora e 24 minutos, Djokovic se credenciou para enfrentar na próxima fase o espanhol Fernando Verdasco, que nesta segunda rodada superou o japonês Go Soeda, também por 3 a 0, com 6/3, 6/2 e 7/6 (7/3).

Campeão do Aberto da Austrália em 2008, 2011, 2012 e 2013, o sérvio precisou de apenas 21 minutos para liquidar o primeiro set do jogo diante do atual 88º colocado do ranking da ATP. Sem oferecer chances de quebra de saque ao adversário, ele converteu três de quatro break points para aplicar um “pneu” (6/0) no russo.

No segundo set, assim como no anterior, Djokovic atropelou. Mais uma vez absoluto com o serviço na mão, aproveitou duas de seis oportunidades de quebrar o saque do rival e fez 6/1 para ficar mais perto da vitória. Em vantagem, o sérvio chegou a ter o saque quebrado na terceira parcial, mas converteu dois de três break points para fechar a partida em 6/4.

Essa foi a segunda vitória arrasadora de Djokovic em dois jogos neste Aberto da Austrália, pois na primeira rodada ele cedeu apenas nove games ao esloveno Aljaz Bedene em outro triunfo por 3 sets a 0.

WAWRINKA – Se Djokovic passeou novamente, o suíço Stan Wawrinka, atual campeão do Grand Slam australiano, precisou suar muito para ir à terceira rodada nesta quinta-feira. Mesmo diante do romeno Marius Copil, atual 194º colocado do ranking mundial, ele teve de jogar dois tie-breaks para abrir vantagem e depois fechar a partida que terminou em 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/4), 7/6 (7/4) e 6/3.

Quarto cabeça de chave em Melbourne, Wawrinka assim passou à próxima fase e terá como próximo adversário o finlandês Jarkko Nieminen, que nesta segunda rodada derrotou o alemão Matthias Bachinger com parciais de 7/6 (7/4), 7/5 e 7/5.

O sofrimento de Wawrinka para vencer os dois primeiros sets se deu em muito por causa da eficiência de Copil no saque, com o qual o romeno fez 17 aces, contra apenas dois do suíço em toda partida. Com um bom sacador pela frente, o favorito só conseguiu converter dois de sete break points. Entretanto, só teve o serviço quebrado por uma vez e desta forma liquidou o confronto em sets diretos.

FERRER E NISHIKORI TAMBÉM AVANÇAM – Outros dois cabeças de chave de destaque que avançaram à terceira rodada nesta quinta-feira foram Kei Nishikori e David Ferrer, respectivos quinto e nono pré-classificados, ambos com vitórias de virada. O japonês passou pelo croata Ivan Dodig por 3 sets a 1, com 4/6, 7/5, 6/2 e 7/6 (7/0), enquanto o espanhol superou o ucraniano Sergiy Stakhovsky por 5/7, 6/3, 6/4 e 6/2.

O próximo adversário de Nishikori será o norte-americano Steve Johnson, que eliminou o colombiano Santiago Giraldo por 6/3, 6/4 e 6/2. Já Ferrer irá encarar na fase seguinte da competição o francês Gilles Simon, que venceu o espanhol Marcel Granollers por 7/6 (7/5), 6/2 e 6/4.

Outro espanhol que foi à terceira rodada nesta quinta foi Feliciano López, 12º cabeça de chave. Ele contou com a desistência de Adrian Mannarino quando vencia o quarto set por 4/0, após o francês ter vencido as duas primeiras parciais por 6/4 e perdido a terceira por 7/6 (7/3). E o próximo rival de López será o polonês Jerzy Janowicz, que levou a melhor em uma batalha de cinco sets com o francês Gael Monfils, 17º cabeça de chave, batido com parciais de 6/4, 1/6, 6/7 (3/7), 6/3 e 6/3.

Outro cabeça de chave eliminado nesta quinta foi o espanhol Roberto Bautista, 13º pré-classificado, que caiu diante de Gilles Muller por 3 sets a 1, com 7/6 (7/5), 1/6, 7/5 e 6/1. Com o triunfo, o tenista luxemburguês se credenciou para encarar na terceira rodada o norte-americano John Isner, 19º cabeça de chave, que passou pelo austríaco Andreas Haider-Maurer por 3 sets a 1, com 6/4, 7/6 (7/4), 4/6 e 6/4.

Outro confronto definido da terceira rodada reunirá o espanhol Guillermo Garcia-Lopez e o canadense Vasek Pospisil. O primeiro deles avançou ao arrasar o colombiano Alejandro Gonzalez por 6/1, 6/3 e 6/3. Já o segundo bateu o italiano Paolo Lorenzi por 3 sets a 1, com 6/7 (3/7), 7/6 (7/4), 6/3 e 6/4.