A disputa da 1.ª etapa da edição histórica de 20 anos do Rally dos Sertões, neste domingo, começou literalmente quente. Os 220 competidores partiram de São Luís, capital maranhense, rumo a Barreirinhas, no interior do Estado. Foram 134 km de deslocamento inicial, 176 km de especial e 55 km de deslocamento final, totalizando 365 km.

Na categoria motos, o mineiro Felipe Zanol (Honda CRF 450X) mostrou mais uma vez por que é o favorito. Depois de vencer o Super Prime, na noite de sábado, o piloto foi o mais veloz neste domingo, completando o trecho de especial em 02h43min44s3.

A categoria ainda teve Nielsem Bueno em segundo e Ike Klaumann em terceiro.

Nos quadriciclos, a vitória ficou com Luiz Traquinio Cruz, para a festa maranhense. O piloto da casa finalizou a especial em 3h14min09s5, seguido por Bento da Silva e Marcelo Medeiros.

Já na categoria UTV, que estreia de forma experimental no Sertões deste ano, além da vitória de Heronaldo Segundo/Guga Costa (3h12min19s0), o dia ficou marcado pelo abandono de Robert Nahas/Nuno Fojo. O UTV da dupla pegou fogo no início da especial e só restou a gaiola. Felizmente, os pilotos não sofreram nenhum ferimento grave.

A caravana sertaneja segue até Bacabal, também no Maranhão. São 514 km no total (1 km – deslocamento inicial; 148 km – especial; 365 km final). A especial é praticamente 100% areia e haverá um trecho de 30 km com navegação por GPS nas dunas.