Uma prova desafiadora marcou a quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Rali de Velocidade em Tijucas, Santa Catarina, neste fim de semana. O Rali de Tijucas teve um total 183 quilômetros, sendo que 125 de trechos cronometrados e mais 58 de deslocamentos.

A dupla catarinense de Édio Fuchter e Gilvan Jablonski assumiu a liderança do campeonato na categoria N4, depois de vencer a quarta etapa em forte disputa. “Foi uma prova que exigiu muito da pilotagem e da navegação. Andamos muitas vezes acima dos 200 km/k e qualquer erro poderia ter conseqüências graves” explicou Edio.

Brustolin/Cecconello

A dupla gaúcha Leandro Brustolin e Daniel Cecconello da equipe Brusto Racing (CBC/Doremus/Thermosul/Matize/Top Brasil) venceu a disputa da quarta etapa do campeonato. A prova foi marca por altas médias de velocidades, as maiores na atual temporada, sol e muita poeira.

O tempo seco na região deixou o piso das estradas secundárias por onde a prova passou bastante lisas, devido ao terreno arenoso, característico no interior de Tijucas.

A prova foi disputada em nove especiais (trechos cronometrados) durante todo o domingo. Leandro e Daniel (VW Gol) completaram o percurso com o melhor tempo em 1h13min54 contra 1h14min41 dos também gaúchos Luciano Fleck e Eduardo Morelli (Peugeot 206).

Muita festa na chegada porque com o resultado a dupla assume a liderança isolada da temporada na categoria A6 abrindo vantagem para Fleck e Morelli, agora vice-líderes.