Em relação aos incidentes ocorridos na tarde de domingo, dia 22, no Pavilhão 4A do Complexo Esportivo do Riocentro, durante a disputa da competição de judô, logo após o confronto entre a brasileira Érika Miranda e a cubana Sheila Espinosa, pela disputa do ouro da categoria até 52kg, o Comitê Organizador dos XV Jogos Pan-americanos Rio 2007 (CO-RIO) informa:

Baseado nos relatórios preparados pela gerência do CO-RIO no Riocentro e pela gerência do CO-RIO na instalação esportiva da modalidade, o Comitê Organizador decidiu retirar e cancelar as credenciais de dois dirigentes presentes na tribuna de oficiais identificados como envolvidos nos incidentes: Francisco Neto, representante da Federação Maranhense de Judô, e Eduardo Costa, representante da Federação Cearense de Judô.

O CO-RIO informa ainda que recebeu do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) as seguintes informações:

O COB decidiu suspender Francisco Neto e Eduardo Costa por quatro anos, incluindo os Jogos Pan-americanos Guadalajara 2011. Os referidos dirigentes estão proibidos de participar de competições, eventos e quaisquer atividades oficiais sob jurisdição do COB.

O COB determinou à Confederação Brasileira de Judô (CBJ) que encaminhe relatório detalhado ao Tribunal da CBJ para que este analise e julgue os fatos.

O CO-RIO reafirma que, em defesa do fairplay no esporte, sempre adotará atitudes enérgicas dentro de sua jurisdição e sua competência. O CO-RIO reafirma o repúdio a toda e qualquer ação que quebre o ambiente de congraçamento entre os povos, que é um dos pilares dos Jogos Pan-americanos.