O vice-presidente de futebol Roberto Frizzo avisou nesta segunda-feira que o ciclo de contratações do Palmeiras para a temporada ainda não está encerrado, mas pediu cautela com a possibilidade de chegada de reforços de impacto. O dirigente ressaltou que o clube enfrenta problemas financeiros e não pode investir altos valores neste momento.

“No meu conceito, um grande reforço ou um jogador de qualidade não precisa vir do exterior. O clube passa por um momento sensível financeiramente, as coisas têm que ser feitas com cuidado, de forma a constituir uma equipe forte, competitiva, e sem perder o chão”, afirmou Frizzo.

O dirigente palmeirense confirmou que o clube tenta contratar o meia Elkeson, do Vitória, e revelou ver o mercado com poucas opções de qualidade. “O mercado tem poucas opções, mas existem. Temos que ter paciência e continuar trabalhando na busca de atletas que preencham o que estamos procurando”, disse,

Para 2011, o Palmeiras já se reforçou com os volantes Chico, apresentado oficialmente nesta segunda-feira, e João Vitor, o lateral-direito Cicinho, o zagueiro Thiago Heleno, e os atacantes Adriano Michael Jackson e Max Pardalzinho.

Frizzo garantiu que Valdivia permanecerá no Palmeiras e apenas faz trabalhos especiais para não voltar a sofrer com lesões. “Ele é profissional, nunca demonstrou falta de vontade e vem se empenhando com esforço nos treinos. Está sendo feito um preparo nele para ele retornar sem entra-e-sai. Com certeza ele vai dar alegrias e responder no campo assim que voltar. Teve muita coisa criada onde não há nada. O ambiente para ele aqui é ótimo”, comentou.