A Federação Paranaense de Futebol divulgou ontem a tabela da Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense. A competição terá início no dia 1.º de maio, mas antes mesmo de começar já enfrenta complicações. Isto porque, a Série B do Campeonato Brasileiro começa em 19 de maio, um dia antes da 6.ª rodada da Segundona estadual. Até lá, a competição não deve sofrer alterações, mas depois pode ter que ser reajustada por conta de conflito de datas com os jogos do Paraná Clube no torneio nacional.

O Tricolor já afirmou que irá fazer valer o regulamento geral das competições da CBF, que diz que um clube não pode entrar em campo em um intervalo inferior a 66 horas. Caso contrário, o sindicato dos jogadores e o Ministério Público do Trabalho serão acionados contra a FPF. “Nós vamos analisar isto nesta quarta (hoje). Recebemos a informação da tabela por terceiros e após analisarmos é que vamos ver que atitude podemos tomar”, declarou o superintendente do clube, Celso Bittencourt.

No arbitral realizado no dia 16, o vice-presidente da Federação, Amilton Stival, disse que após a divulgação da tabela da Série B do Brasileirão alguns confrontos do Paraná poderão ser reajustados, de acordo com a necessidade. Por outro lado, ele afirmou que são os jogadores que não podem atuar em menos de 66h, mas que o clube pode. “O atleta é que não pode atuar numa terça e depois na quarta. Tivemos o caso do Flamengo e do Inter, que jogaram a Libertadores e no dia seguinte o Estadual. Então há essa possibilidade. É o atleta que sofre o desgaste físico, não o clube”, falou Stival, na época.