O Corinthians admite vender Edenílson ao futebol italiano, mesmo sem ter um substituto na lateral-direita. Não é isso que preocupa a diretoria. O temor é perder o zagueiro Gil, um dos destaques do time em 2013. Ele foi sondado por alguns clubes europeus.

Gil é considerado peça-chave da defesa. Vendê-lo, segundo dirigentes, está fora de cogitação. “O único jogador que sabemos que existe uma proposta é o Edenílson. E nem a recebemos ainda”, diz diretor de futebol Roberto de Andrade.

A posição dos dirigentes quanto à situação de Gil é diferente, por exemplo, com a de outros jogadores. Caso o clube receba propostas por Emerson ou Romarinho, por exemplo, a tendência é que sejam vendidos. Isso porque, Mano Menezes, novo técnico, vai apostar numa dupla de ataque com Guerrero e Pato.