Endividado, o Palmeiras já admite publicamente: precisará vender um jogador nos próximos meses para equilibrar suas finanças. O meia Michael é o maior candidato. Ele interessa ao Dínamo de Kiev, da Ucrânia.

A negociação aconteceria na reabertura do mercado europeu – entre julho e agosto. A proposta dos ucranianos pelo meia chegaria a US$ 6 milhões, algo em torno de R$ 12 milhões. Na Cesta de Atletas, Michael é avaliado em US$ 3,6 milhões. Os investidores que fazem parte do projeto teriam, portanto, um lucro de 66%.

O Monaco, da França, já havia sondado Michael há dois meses. A dívida do Palmeiras está em R$ 17 milhões, segundo o diretor de planejamento Luiz Gonzaga Belluzzo. A oposição chuta um valor bem maior: R$ 42 milhões.