Os atrasos nas obras para que o Brasil receba a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016 não preocupam a presidente Dilma Rousseff. Nesta terça-feira, ela garantiu que não tem dúvidas de que tudo ficará pronto a tempo de receber as duas principais competições esportivas do mundo.

A garantia de Dilma veio na coluna oficial da Presidência da República, publicada às terças-feiras em jornais regionais de todo o País. Questionada por um estudante universitário se as obras ficarão prontas a tempo, ela garantiu: “Sem dúvida”.

“Estamos trabalhando de mãos dadas com governadores e prefeitos das cidades que vão sediar os jogos (da Copa). Já realizamos o primeiro encontro e vamos nos reunir a cada três meses para monitorar o cronograma das obras”, afirmou a presidente, que decidiu acompanhar mais de perto os preparativos estruturais para a Copa do Mundo.

Dilma ainda relevou o fato de que dois dos estádios do Mundial não passam de maquetes. “Dos 12 estádios, 11 já realizaram licitações e, destes, 10 estão em obras. O 12.º, de São Paulo, não terá licitação porque é privado”.

Ela também não vê atrasos na ampliação da capacidade dos aeroportos do País. “A Infraero está em plena execução do seu programa de investimentos para ampliar a capacidade dos aeroportos e melhorar os serviços prestados.”