Depois de conquistar o título da Taça Guanabara no último domingo, no Engenhão, onde derrotou o Flamengo nos pênaltis após empate por 3 a 3 no tempo normal, o Fluminense voltou aos treinos nesta terça-feira visando o duelo que fará contra o Criciúma, quinta, às 19h15, fora de casa, no estádio Heriberto Hulse, pelo confronto de ida da terceira fase da Copa do Brasil.

Os titulares que enfrentaram o Flamengo apenas realizaram musculação e atividades regenerativas, enquanto os reservas fizeram um coletivo contra a equipe sub-20 do clube. No treinamento, o goleiro Diego Cavalieri sofreu um trauma no pé direito e precisou deixar a atividade antes do fim.

O experiente atleta vem sofrendo com seguidas lesões nos últimos tempos e o clube informou que ele será reavaliado na manhã desta quarta. O goleiro se machucou nesta terça ao pisar em falso com o seu pé direito. Por causa do problema, o atleta deixou o trabalho descalço, sendo que amargou o novo trauma no mesmo pé que ele teve uma torção no dia 29 de janeiro, na estreia do Campeonato Carioca.

Mas, se por um lado viu Cavalieri sofrer com novo drama em seu calvário contra as lesões, por outro o Fluminense contou com o zagueiro Gum e o atacante Michael darem novo passo em seus processos de recuperação nesta terça.

Os dois iniciaram trabalho de fisioterapia no CT do clube, sendo que o defensor passou por uma cirurgia no pé direito há cerca de duas semanas, após ter uma fratura por estresse. Já Michael ainda tenta se recuperar por causa das lesões que sofreu em um sério acidente de carro no início de janeiro. Ambos continuam sem previsão de volta aos gramados.