O principal reforço da Portuguesa para o Campeonato Brasileiro foi apresentado nesta sexta-feira, no Canindé. Curiosamente, o “novo reforço” acaba de interromper a aposentadoria para voltar a jogar e já avisou que vai precisar de “um tempo de adaptação”. Trata-se do goleiro Dida, que participou da campanha do pentacampeonato mundial na Coreia do Sul/Japão, em 2002.

Apesar da situação inusitada, o próprio goleiro tratou de enfrentar as desconfianças da torcida. “Eu estou muito feliz com este acerto. Não jogo há algum tempo, mas quem me conhece sabe que eu vou retomar os treinamentos e logo estarei à disposição. Não tenho receio de enfrentar nenhum clube, pois sou profissional e estou defendendo agora a Portuguesa”, comentou Dida, nesta sexta.

Dida está com 38 anos e, apesar de toda a sua experiência, por passagens vitoriosas por Corinthians e Cruzeiro, ele não disputa uma partida oficial há quase dois anos. Defendeu o Milan, da Itália, em junho de 2010. No início deste mês, já no Brasil, defendeu o time italiano no Mundialito Interclubes de futebol de areia.

Ao lado de Dida, todo sorridente, estava o presidente Manuel da Luppa. O dirigente demonstrava orgulho pelo que chamou de “reforço de qualidade internacional”. O gerente de futebol Candinho, procurou enaltecer também os outros reforços apresentados oficialmente: o goleiro Glédson, que veio do Boa Esporte e já escalado para enfrentar o Vasco; o zagueiro André Luís, ex-São Paulo e Botafogo; o meia Diguinho, destaque do XV de Piracicaba e o meia Michael, que atuou no futebol russo e já vinha treinando no clube até ser aprovado pela comissão técnica.

Mas não teve como Candinho evitar um comentário especial ao goleiro Dida. “Nós queremos reforçar o time com atletas que já têm uma história no futebol, por isso pensamos no Dida. Agora temos um dos melhores goleiros que já atuou no futebol brasileiro, sem falar nos outros jogadores que já passaram por clubes de destaque”, salientou Candinho.

Depois da apresentação, os jogadores seguiram para o treino realizado no Canindé, os atletas receberam as ultimas instruções do comandante Geninho e em seguida seguiram para a concentração. A Portuguesa entra em campo neste sábado, às 18h30 diante do Vasco no Canindé.