André Ribeiro é um dos
favoritos ao título da etapa.

Começam hoje, a partir das 8h, as eliminatórias da segunda etapa do Circuito Nescau Radical, que está sendo disputada em Curitiba, no ginásio da Praça Oswaldo Cruz. Depois do sucesso da etapa de abertura, que aconteceu em Porto Alegre de 14 a 16 de maio, quando patins in-line foi a modalidade profissional em disputa, chegou a vez de os principais bikers de street brigarem pela vitória e a classificação para a grande final, em São Paulo, em outubro.

A movimentação começa a partir das 8h, com skate para iniciantes. Os profissionais de bike street fazem um treino das 12h às 14h, quando tem início a eliminatória, que vai classificar os dez mais bem colocados para a final de domingo. Até o final da tarde de ontem, haviam confirmado vagas 18 atletas. Mas a direção de prova ainda aguardava a confirmação de pelo menos mais sete profissionais, fechando com um total de 25 bikers que prometem radicalizar a pista montada na quadra do Centro Poliesportivo Dirceu Graeser.

“Tem muita gente treinando e se preparando para as eliminatórias de amanhã (hoje), mas também existem alguns pilotos que vão chegar somente em cima da hora”, afirma Paulo Charaba, presidente da Associação Brasileira de BMX. “O mais importante é que a expectativa está se confirmando, ou seja, devemos ter até 25 profissionais na pista.”

Além de bike street profissional, os amadores de skate, patins in-line e bike, street e vertical, também estarão em ação em Curitiba.

Rafa está fora

Considerado sério candidato à vitória desta segunda etapa do circuito, o curitibano Rafael Costa, de 23 anos, será apenas árbitro na capital paranaense em virtude de um atropelamento que sofreu há duas semanas. “O acidente atrapalhou minha programação porque foi bastante sério, tanto que tive fratura exposta no pé esquerdo e levei alguns pontos no joelho e na cabeça”, conta o terceiro melhor brasileiro nos X-Games Latino-Americanos, atrás dos paulistas Diogo Canina e André Ribeiro, favoritos em Curitiba.

Apesar de ficar de fora da competição, Rafael acredita que o circuito vai incentivar novos praticantes de bike em Curitiba e por onde passar o Circuito Nescau Radical. “Um campeonato forte e com várias etapas como o Nescau certamente incentiva a participação de novos pilotos.”

Além das etapas de Porto Alegre e Curitiba, o circuito terá fases classificatórias em Belo Horizonte (3 e 4 de julho) e Ribeirão Preto (4 e 5 de setembro), antes da finalíssima em São Paulo (outubro).