O meia Angel Di María discorda da avaliação do técnico Alejandro Sabella e também do astro Lionel Messi, que apontam que a melhor Argentina ainda não apareceu na Copa do Mundo. Em entrevista coletiva na manhã deste domingo, no CT do Galo, em Belo Horizonte o jogador do Real Madrid afirmou que o time está jogando bem, contrariando também a opinião dos próprios torcedores argentinos, que esperavam mais da seleção na Copa do Mundo.

“É difícil jogar contra um adversário que fica sempre atrás. Jogamos bem. Tentamos por cima, por baixo, com jogadas aéreas e conseguimos a vitória”, afirmou Di María, ao comentar sobre a sofrida vitória sobre o Irã, por 1 a 0, no sábado, no Mineirão. “Criamos muitas oportunidades e eles só defenderam”, completou.

O jogador afirma que o planejamento da Argentina está sendo cumprido e isso é o mais importante no momento. Com a vitória sobre o Irã, a equipe já está classificada para as oitavas de final – antes, tinha vencido a Bósnia por 2 a 1 na estreia. “Estamos fazendo aquilo que foi planejado. Vencer os jogos é muito importante para seguir no Mundial. Temos sete jogos e estamos bem”, disse.

Para a próxima partida, contra a Nigéria, na quarta-feira, em Porto Alegre, Di María não vê necessidades de mudanças táticas ou na escalação da equipe. “As mudanças dependem do treinador, mas acredito que o time está bem”, avaliou um dos titulares absolutos da Argentina, que espera novamente um jogo difícil. “A Nigéria vai jogar 100% para poder garantir a classificação. Nós também estaremos 100%.”