Nas últimas reuniões nenhum paranaense venceu nos dois maiores centros turfísticos, mas dezesseis brilharam em provas normais. Apresentamos a seguir a relação dos vencedores, de acordo com pesquisa do colega Dalton Luiz Mehl Andrusko.

Cidade Jardim

Do The Twist, por Ibero e Chalupa (Laramie Trail), de criação e propriedade do Stud Beverly Hills; Lido Square, por Pleasent Variety e Princes of May, de criação e propriedade do Haras Morro Vermelho; Elfishness, por Blush Rambler e Genuine Class, de criação e propriedade do Haras Santarém; O Patriota, por Fahim e Prosperidade (Payant), de criação do Haras Cifra; Fantastic Burooj, por Burooj e Fantastic Waimes (Baynoun), de criação do Haras J.B. Barros; Sib Lafré, por Thignon Lafré e Jasmine Tea (Cavo Doro), de criação e propriedade do Haras Sib; Festa Vip, por Inexplicable e Annessy (Burooj), de criação do Haras J.B. Barros; Esmobelo, por Ghadeer e Beautiful Rafaela (Allegred), de criação do Haras J.B. Barros e propriedade de José Luiz Ferreira da Rocha; Personal Charm, por Dodge e Tutto Charm (Roi Normand), de criação do Haras Anderson.

Gávea

Kabanová, por Burooj e Pamina (Candy Strips), de criação do Haras Tributo à Opera; So Good Point, por Wandertross e Umber (Perfect Parade), de criação do Haras Pirassununga; Suspicius Bay, por Suspicius Mind e Dragon Bay (Mogambo), de criação do Haras São José dos Pinhais; Qui Jou, por Jules e Jogged Chance (Tokatee), de criação do Haras Santa Maria de Araras; Soave, por Mussic Prospector e Seven Wonders (Critique), de criação do Haras São José da Setta; La Lucrezia Borgia, por Blush Rambler e Coud be Right (Sunny?s Halo), de criação e propriedade do Haras Tributo à Opera; e Glória de Campeão, por Impression e Audacity (Clackson), de criação do Haras Anderson.