Após vistoria feita na manhã desta segunda-feira no Allianz Parque, onde representantes do Palmeiras, Corinthians e da WTorre estiveram presentes, foi constatado que, no total, 44 cadeiras foram quebradas pela torcida corintiana no clássico realizado no último domingo. O prejuízo foi estimado em R$ 25 mil.

Além das 44 cadeiras, foram danificados também 129 porta-copos. Em 29 cadeiras, foram detectadas problemas nas molas e a construtora ainda estuda para ver se é possível reparar ou terá que trocar. Uma porta do banheiro também foi danificada, assim como sete saboneteiras.

Palmeiras e Corinthians entraram em acordo no ano passado pelo qual o time visitante deveria arcar com os custos de eventuais danos causados ao estádio do rival. Depois do acerto, torcedores palmeirenses destruíram diversas cadeiras do Itaquerão. O time alvinegro, contudo, assumiu o prejuízo e não cobrou o Palmeiras.

O mesmo aconteceu desta vez, agora no primeiro clássico disputado no Allianz Parque. A equipe alviverde vai bancar a conta sozinha.

Ainda nesta semana, vai acontecer uma reunião entre representantes da construtora, do Palmeiras e da Polícia Militar para decidir o que pode ser feito para aumentar a segurança dentro e fora da arena.