A armadora da seleção feminina de handebol Deonise não escondeu a tristeza pela derrota para a Noruega e consequente eliminação nas quartas de final dos Jogos Olímpicos, nesta terça-feira, admitindo, porém, que as únicas responsáveis pelo resultado são as jogadoras da equipe.

“É sempre igual, não sei o porquê, mas não sabemos jogar esses jogos. No primeiro tempo fomos muito bem, mas no segundo, não sei o que acontece. Não podemos cometer esses erros em todas as quartas de final, em todos os jogos importantes que temos”, lamentou Deonise.

 

As brasileiras chegaram a ter seis gols de vantagem durante a partida, mas acabaram derrotadas por 21 a 19. As atuais campeãs pan-americanas caíram na mesma fase no Campeonato Mundial, realizado no Brasil, em 2011, ao perderem para a Espanha, por 27 a 26. Depois do resultado, a equipe terminou a competição em quinto lugar.

 

“Não caímos vítimas do contra-ataque delas, caímos pelos nossos próprios erros. Temos muito que aprender ainda, porque diante de equipes como a Noruega, campeã mundial e olímpica, esses erros custam o jogo”, concluiu.