O São Paulo retornou na tarde desta quinta-feira de Belo Horizonte, onde eliminou o Atlético-MG e chegou à semifinal da Copa Libertadores, recepcionado com muita festa tanto no aeroporto de Congonhas quanto no CT da Barra Funda. Os jogadores sentiram a euforia da torcida e os aplausos de agradecimento dos funcionários do clube depois da derrota por 2 a 1, que ainda assim valeu a classificação.

No aeroporto a torcida lotou o saguão e os jogadores tiveram dificuldade para chegar ao ônibus. Com gritos, fotos e abraços, foram recebidos como heróis. A participação na semifinal será a primeira do São Paulo desde a Libertadores de 2010. Ao passar pelo Atlético-MG, o time superou o trauma das sete eliminações seguidas na competição para equipes do próprio país.

Na chegada ao CT da Barra Funda o ônibus do São Paulo foi recebido foi aplausos e foguetório pelos funcionários. “Melhor chegada no CT, impossível. Foi muito bacana contar com este incentivo dos funcionários, que assim como a gente também batalham pelo clube todos os dias”, afirmou o meia Michel Bastos ao site oficial do clube.

O elenco ganhou folga após o retorno da capital mineira e se reapresenta na manhã de sexta-feira. O próximo compromisso do São Paulo será no domingo, no Morumbi, contra o Internacional, pelo Campeonato Brasileiro. A partida vai marcar a estreia do novo uniforme da equipe, que tem nas mangas uma referência ao traçado decorativo que circunda o campo do estádio.