O técnico Vicente Del Bosque não quis confirmar a escalação da Espanha para a partida desta segunda-feira contra a Austrália, na Arena da Baixada, em Curitiba, mas a tendência é que ele leve vários reservas a campo na despedida da equipe da Copa do Mundo – as duas seleções já estão eliminadas.

“É um jogo de Mundial. Sabemos que não podemos nos classificar, mas é importante. Quero que todos tenham a oportunidade de jogar ao menos uma vez. O único que não deve jogar é De Gea (goleiro), que está machucado”, avisou o treinador, durante entrevista coletiva na tarde deste domingo, na Arena da Baixada.

As mudanças na equipe da Espanha começarão pelo gol. Casillas, que foi muito mal contra Holanda e Chile e falhou em três dos sete gols sofridos nas duas partidas, ficará no banco. Em seu lugar entrar Reina. Na lateral direita, Juanfran pode assumir o lugar de Azpilicueta. Machucado, o zagueiro Piqué está fora de combate. Assim, Javi Martínez continua na zaga.

No meio de campo, Xavi segue no banco. Assim, devem aparecer nomes como Cazorla e Juan Mata. Já Iniesta, que chegará à marca de 100 jogos pela seleção, está confirmado. E o ataque terá três jogadores: Pedro, Fernando Torres e Diego Costa.

Mesmo com tantas mudanças, Del Bosque confia que o time fará uma grande partida na despedida da Copa do Mundo. “Não sei se vamos ganhar ou perder, porque isso é difícil de prever, mas estou convencido de que vamos jogar bem”, disse o técnico.