enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Decisão incendeia Paranavaí. Felipe promete boa acolhida

  • Por Gisele Rech

O primeiro jogo da decisão do campeonato paranaense, entre Paranavaí e Coritiba, está movimentando toda a região Noroeste do Estado. A bela campanha do Atlético Clube Paranavaí no estadual e a possibilidade de disputar a primeira final da Série Ouro na história do clube fez a paixão pelo futebol incendiar o coração do povo de Paranavaí e arredores.

A partida de sábado, às 16h, promete ser um grande evento, com direito a estádio lotado, muita festa e uma recepção calorosa à torcida adversária. A diretoria do ACP deve disponibilizar mil ingressos para a torcida coxa-branca, que terá um espaço reservado no estádio Felipão. “Já solicitamos sanitários ecológicos e cantina reservada para deixar a torcida alviverde à vontade, em seu espaço”, diz o presidente do clube, Edson Felipe.

Apesar de o estádio ter espaço para 26 mil torcedores, por questões de segurança a tendência é que a carga de ingressos seja reduzida. “Estamos esperando a confirmação da diretoria do Coritiba a respeito do número de ingressos que vai querer. A partir daí definiremos a cota”, diz Felipe. Os preços, no entanto, já estão definidos. Arquibancadas cobertas custam R$15,00, arquibancada R$10,00 e ingresso feminino R$ 5,00, com direito a qualquer lugar dentro do estádio.

Para chegar à final do estadual, o “Vermelhinho”, como é conhecido pela torcida, contou com a ajuda do banco Sicredi e da Prefeitura Municipal de Paranavaí, que teve direito a negociar as placas do estádio.

“Com a ajuda dos patrocinadores, conseguimos montar uma equipe forte. Do ano passado, mantivemos apenas cinco atletas”, diz Felipe, referindo-se a Vílson, Edílson, Jean, Nelmon e Alessandro. Vale lembrar que o Paranavaí, ao lado do Francisco Beltrão e Cascavel, foi o clube que menos lucrou com a cota de televisão. Por ter subido este ano para a primeira divisão, o ACP recebeu R$ 79 mil pelos três meses de competição. “Pode ser menos que o Coritiba, mas nos ajudou bastante”.

Império

A torcida Império Alviverde está organizando uma excursão para a longínqua Paranavaí, que fica a 8 horas (de ônibus) de Curitiba. A passagem, com ingresso incluído, custa R$30,00 e a saída da capital paranaense está prevista para às 3 horas da madrugada de sábado. Até agora, os organizadores fecharam um ônibus, de 45 lugares, mas a intenção é lotar mais quatro para fazer a festa no interior. A compra de ingresso deve ser feita na sede da Império ou informações podem ser obtidas na sede da torcida, pelo telefone 253-7148.

Experiência, o segredo do Paranavaí

Mesclar a juventude com experiência. Este lugar-comum do futebol não alcançou o Paranavaí, finalista do Paranaense. A média de idade dos titulares do Vermelhinho é de 28 anos.

Dos que vão enfrentar o Coritiba, em Paranavaí, os laterais Daniel e Maurício e o volante Márcio, são os mais novos. Eles têm 24 anos. Rodrigo, o zagueiro artilheiro, 26. Seu companheiro de zaga no 1.º jogo, Vanderlei, está com 29, mesma idade do goleiro Vílson. Vanderlei é reserva de Marcelo, 25 anos, que será o único desfalque da equipe, sábado, por causa da expulsão na semifinal contra o Prudentópolis. Outro jogador de marcação é o volante Gian, 28.

Para as posições mais ofensivas, o técnico só confia em quem tem mais de trinta. É o caso dos meias Edílson, 35, e Júlio, 32, e dos atacantes Neizinho e Aléssio, também com 32. A dupla de ataque soma 12 gols neste Paranaense. Neizinho, que fez oito, está sendo cogitado pelo Paraná, mas, não quer falar sobre o assunto.

As fortes chuvas do início da semana fizeram a diretoria do Paranavaí cancelar o amistoso marcado para hoje, contra o Cianorte.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas