O novo técnico do Goiás, Julinho Camargo, apenas observará da tribuna a sua equipe na partida contra o Santos nesta quarta-feira, às 19h30, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 12.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Caberá ao interino Augusto César ficar no banco de reservas, acabar com o jejum de oito jogos sem vitória e afastar o time esmeraldino da zona de rebaixamento – é o atual 16.º colocado com os mesmos 10 pontos do clube paulista, que está em 17.º.

“É um confronto direto, o Santos está na briga conosco. Sabemos da importância do jogo e da vitória. Respeitamos o adversário, mas precisamos fazer prevalecer o mando de campo para nos distanciarmos do grupo de baixo”, disse o volante David, que voltou à equipe no empate sem gols contra o Corinthians na última rodada.

Julinho Camargo comandará o primeiro treino à frente da equipe após a partida desta quarta-feira. Ele chega como segunda opção, já que a prioridade era trazer Paulo Roberto Falcão, de quem Julinho era auxiliar. Com isso, Augusto César deverá repetir a escalação da partida anterior.