A ponteira Fê Garay enfim confirmou seu acerto com o Dinamo Moscou, da Rússia, acabando com a preocupação de ficar sem time para jogar às vésperas dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Nesta quarta-feira, ela oficializou sua transferência do Dinamo Krasnodar para o time da capital russa, que será sua casa pelo menos até maio de 2016.

“Estou muito feliz por ter assinado com uma grande equipe do voleibol mundial, onde vou ter a oportunidade de disputar competições de altíssimo nível. Fico com o coração apertado por estar deixando o país mais uma vez, mas acredito que foi a decisão certa para dar continuidade em minha carreira”, afirmou a jogadora, campeã olímpica em 2012.

Fê Garay jogará fora do País porque estava sem espaço nas equipes brasileiras. Pelo sistema de contratações da Superliga feminina, a jogadora não poderia ser contratada pelos times maiores, somente pelos menores. Assim, temendo ficar sem ritmo de jogo em alto nível, ela cogitou opções do exterior, embora quisesse permanecer no Brasil.

Ao deixar o Dinamo Krasnodar, por limitações financeiras da equipe, ela vislumbrou a possibilidade de jogar na China e no Japão. Contudo, acertou com o Dinamo Moscou. A transferência foi oficializada somente nesta quarta, embora já houvesse a expectativa do anúncio há algumas semanas. Será seu terceiro time estrangeiro – defendeu também o Fenerbahçe, da Turquia, na temporada 2014/2015.

A oficialização do contrato trouxe alívio para Fê Garay. Faltando oito meses para a Olimpíada, ela temia ficar sem ritmo de jogo, o que ameaçaria sua vaga na seleção do técnico José Roberto Guimarães.

Com o acerto, ela pode estrear pelo novo time já nesta quarta-feira, contra o Dinamo Kazan, da rival Ekaterina Gamova, destaque da seleção russa, pela semifinal da Copa da Rússia.