Athletico se recuperou no Campeonato Brasileiro depois da parada da Copa América. Venceu Internacional e CSA (esta, inclusive, a primeira vitória fora de casa do time principal no ano) e se aproximou do G6, grupo de clubes que garante uma vaga na Copa Libertadores de 2020. Só que a competição continental é um cenário mais atual do que nunca, pois na quarta-feira (31) o Furacão encara o Boca Juniors na volta das oitavas de final. Por isso, às 19h deste sábado (27), o Rubro-Negro não vai de força máxima diante do Cruzeiro, no Mineirão.

Por causa da divisão de direitos entre grupos de mídia, a partida não terá transmissão de TV. Para acompanhar, acesse aqui o Tempo Real da Tribuna.

Se não irá colocar somente reservas, como aconteceu diante do CSA, na rodada passada, desta vez o Furacão vai preservar alguns de seus principais jogadores. Os mais desgastados, como Jonathan, Márcio Azevedo e Marcelo Cirino, dificilmente entrarão em campo. Um titular certo é Wellington, que cumpriu suspensão na Libertadores e está fisicamente bem para a partida. “A gente mostrou a força do nosso grupo em Maceió. Estamos crescendo”,  disse o volante. A surpresa pode ser Abner Vinícius estreando na lateral-esquerda. “Eu vim para mostrar o meu trabalho e espero fazer isso dentro de campo”, prometeu o garoto, recém-contratado da Ponte Preta.

+ Entenda: Direitos impedem transmissão do jogo do Athletico

A tática de usar um time misto demonstra o respeito pelo adversário. Mal no Brasileirão, o Cruzeiro está também vivo na Libertadores e tem um dos elencos mais fortes do País. Mas o Athletico promete um jogo agressivo no Mineirão. “Sabemos que eles têm uma excelente equipe, mas queremos o resultado para subir ainda mais no Campeonato Brasileiro”, afirmou Wellington. A Raposa deve optar por uma escalação com Fred de titular e o restante da equipe de reservas.

+ Confira a classificação do Campeonato Brasileiro!

Tudo por conta da clara preferência dos dois clubes para a Libertadores. No caso do Athletico, o que era o grande interesse da temporada virou obsessão (se já não era) depois da amarga derrota da quarta-feira (24) para o Boca. Ainda há indignação por conta da arbitragem e da conduta dos argentinos. E uma mobilização para mudar a história e garantir a classificação para as quartas de final da competição continental. Só que, ao mesmo tempo, o Furacão sabe que precisa segurar a ansiedade e olhar para o Cruzeiro.

Ficha técnica

BRASILEIRÃO
1º Turno – 12ª Rodada

CRUZEIRO x ATHLETICO

Cruzeiro
Rafael; Weverton, Fabrício Bruno, Cacá e Dodô; Éderson, Ariel Cabral, Jadson e Maurício; David e Fred.
Técnico: Mano Menezes

Athletico
Santos; Madson, Pedro Henrique, Robson Bambu (Léo Pereira) e Abner; Wellington, Lucho González e Bruno Guimarães (Matheus Rossetto); Rony, Vitinho e Marco Ruben.
Técnico: Tiago Nunes

Local: Mineirão (Belo Horizonte-MG)
Horário: 19h
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Assistentes: Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre futebolentretenimentohoróscopo, nossos blogs exclusivos e os Caçadores de NotíciasVem com a gente!