O espanhol Fernando Alonso optou por trocar a Ferrari pela McLaren para a próxima temporada da Fórmula 1, mas nem por isso deixa de ser questionado sobre o futuro da equipe italiana, afinal, competiu por ela nos últimos cinco campeonatos. E ele avaliou que escuderia deverá ser mais competitiva em 2015.

“Do lado de fora, será difícil julgar como a Ferrari estará, mas eles têm pessoas talentosas, recursos e a motivação das pessoas na equipe, então eles vão vencer em algum momento”, afirmou Alonso em entrevista ao site da revista Autosport.

Em 2014, a Ferrari viveu a sua primeira temporada desde 1993 sem conquistar sequer uma vitória. Além disso, só subiu ao pódio em duas oportunidades, ambas com Alonso. Para o espanhol, será fundamental a equipe melhorar a aerodinâmica e a potência do carro para que o finlandês Kimi Raikkonen e o alemão Sebastian Vettel, recém-contratado, possam lutar pelas primeiras posições em 2015.

“Acho que faltou para eles nestes cinco anos um pouco de performance no carro e os recursos técnicos. Eles não estiveram em um nível mais alto por causa de alguns aspectos do carro, no começo pela aerodinâmica, e agora pela unidade de potência”, disse.

Em seus cinco anos na Ferrari, Alonso não conseguiu ser campeão mundial, chegando perto em 2010, 2012 e 2013, anos em que terminou o Mundial de Pilotos na segunda colocação. Na sua opinião, pela tradição e seus recursos, a Ferrari nunca pode ficar fora da lista de favoritos na Fórmula 1. “Eles têm um grande orçamento, e serão favoritos no próximo ano, porque a Ferrari é sempre favorita”, comentou.