Após a vitória do Milan sobre a Fiorentina, no sábado (17), pelo Campeonato Italiano, o meia inglês David Beckham, que começou o jogo como titular, fez coro com a torcida italiana e aconselhou Kaká a permanecer no time de Milão.

“Não acho que tenha sido o último jogo de Kaká [no Milan]”, declarou Beckham ao jornal inglês Daily Mail. “Não tenho dúvida de que ele deve ficar. O Milan é um dos maiores clubes do mundo. Nem tudo é uma questão de dinheiro. Espero que ele fique”, afirmou o inglês.

O Manchester City ofereceu 100 milhões de libras, cerca de R$ 340 milhões, para contratar o brasileiro. Se a negociação for confirmada, Kaká receberá o maior salário da história do futebol: 15 milhões de euros (R$ 46 milhões) por ano.

Assim como os torcedores do Milan, que levaram faixas ao Estádio San Siro no jogo com a Fiorentina, Beckham apoiou explicitamente a permanência do brasileiro. “Acho que sempre haverá especulações sobre ele. Sempre haverá especulação em torno de grandes jogadores e grandes clubes. Mas ele está feliz aqui”, completou.