Danilo foi a principal atração do treinamento do Corinthians nesta terça-feira, no CT Joaquim Grava. O meia marcou um belo gol, se movimentou bem e parece cada dia mais preparado para retornar aos gramados. A comissão técnica já vê o atleta com o nível físico muito próximo dos demais jogadores.

“Ele já está praticamente liberado”, disse o preparador físico do clube, Walmir Cruz. Segundo ele, o que falta para o jogador é melhorar a questão psicológica. “Já levamos ele para esse jogo do Flamengo e o Jô quando fez gol foi abraçá-lo. Perguntei se ele estava sentindo falta daquilo, ele me disse: ‘Não vejo a hora de voltar’.”

O meia chegou a ficar no banco de reservas na partida contra o Flamengo, mas o técnico Fábio Carille preferiu não colocá-lo em campo, por entender que ele ainda não tinha condições. A ideia era apenas que ele voltasse a se ambientar com o clima das partidas.

O jogador não disputa um jogo desde o dia 31 de julho, na vitória por 1 a 0 sobre o Internacional, no Beira-Rio. Pouco depois, ele sofreu uma fratura na fíbula da perna direita durante um treino e precisou passar por cirurgia. Desde então, luta para conseguir voltar aos gramados.

Nesta terça, Danilo participou do treino com os demais atletas, quando marcou um bonito gol e depois fez um trabalho específico de aceleração. Como tem acontecido nas últimas semanas, a comissão técnica prefere não projetar uma data para que ele volte aos gramados.

“Projeção para jogo a gente não tem, mas que ele já está muito melhor do que quando voltou a treinar, isso é muito claro. O desequilíbrio muscular diminuiu bastante, a diferença de uma perna para outra, a capacidade de acelerar e desacelerar. Não falta muito”, avisou o fisiologista do clube, Antonio Carlos Fedato Filho.