Independente de quem entrar jogando no clássico, o Atlético não poderá deixar de apresentar garra e determinação, pois somente assim poderá se equiparar à melhor técnica do adversário. Para Geninho, os últimos dois jogos sem derrota deram confiança ao grupo para continuar a difícil missão de fugir da zona da degola.

E a receita para um boa apresentação neste Atletiba foi repassada pelo comandante. “Disputar toda bola com determinação e não se entregar nunca. Nesses quesitos não podemos perder pra ninguém. Nenhum adversário pode correr mais que a gente, nem pode ter mais vontade que a gente”, ensinou.

Um jogador que tem se identificado com o clube nos últimos anos pela entrega em campo, apesar de ser contestado às vezes pelo torcedor e pela crônica esportiva, é o zagueiro Danilo.

O atleta é titular desde 2005 e vem disputando todos os Atletibas. Sobre o clássico de amanhã afirmou: “Em clássico, de repente, o time que não vive um bom momento se supera e vence. Esse é o nosso pensamento. Esse é o jogo que o Atlético precisa vencer para embalar. É com esse espírito que a gente vai (entrar em campo) e não vamos ser surpreendidos”.

Polêmica

Assim como em 2005, quando o Atlético ganhou os dois jogos contra o rival e ajudou a empurrar o Coritiba para a Segundona, a torcida alviverde espera hoje ver a sua equipe dar o troco e auxiliar na queda do Furacão tabela abaixo.
Mas para o grupo atleticano, o importante é analisar este Atletiba por outro foco: a hora da virada.

“A torcida fala o que quer. Não vai ser esse jogo (Atletiba) que vai deixar o Atlético na segunda divisão. Entretanto, uma vitória também vai nos dar moral. Então o único pensamento é vencer e distanciar o maior número de pontos da zona de rebaixamento”, analisou Danilo.

O Atletiba de logo mais ganhará muito em emoção devido às diferentes aspirações que os clubes mantêm no Brasileirão. O Coxa quer se aproximar do G4 e o Furacão se afastar da ZR. Da ótica atleticana, Danilo comentou.

“Este Atletiba é um jogo bom pra se vencer porque depois pegamos o Santos fora e o Fluminense em casa, concorrentes diretos pela briga na zona de rebaixamento. Então é um jogo-chave para podermos dar a nossa arrancada”.