O goleiro Rogério Ceni e o atacante Dagoberto não participaram no treino do São Paulo na manhã desta terça-feira, que marcou a reapresentação do elenco no CT da Barra Funda. Mas como a partida contra o Atlético Mineiro, válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, será disputada apenas no dia 8 de junho, eles deverão ter condições de jogar em Sete Lagoas, na Arena do Jacaré.

Dagoberto reclamou de um desconforto no joelho esquerdo e, assim, a comissão técnica decidiu poupá-lo da atividade. “Aparentemente não é nada sério. Como era um trabalho forte hoje poderia incomodá-lo. Ficou fazendo fortalecimento no Reffis”, disse José Sanchez, médico do São Paulo.

Rogério Ceni também permaneceu no Reffis. O goleiro precisou ser substituído na estreia do São Paulo no Brasileirão, contra o Fluminense, por conta de dores no tornozelo. Após realizar tratamento médico na semana passada, o goleiro enfrentou o Figueirense no último sábado e voltou a reclamar de dores no local.

“O Rogério terminou o jogo com uma dor discreta na região do tornozelo, mas nada que impedisse de fazer algum movimento. O local está um pouco sensível. Como temos uma semana longa para cuidar faremos o máximo de tratamento. Estamos tomando um pouco de cuidado, pois o tempo permite isso”, afirmou o médico.

Com dores no tornozelo esquerdo, o zagueiro Miranda segue em tratamento no Reffis, mas pode ser liberado na quinta-feira para realizar trabalhos físicos. Já o volante Carlinhos Paraíba, com problemas particulares, não participou da atividade do São Paulo.