O técnico Dado Cavalcanti seguiu para Belo Horizonte com o time escalado. A definição aconteceu durante o treino da tarde, quando a comissão técnica foi informada da liberação do lateral-direito Roniery. Julgado pela terceira comissão disciplinar do STJD, no Rio de Janeiro, o jogador recebeu apenas uma advertência por sua expulsão frente ao Oeste.

O treinador demonstrava tanta certeza no resultado do julgamento que sequer cogitou um substituto para a posição. Roniery foi um dos destaques do Paraná na primeira fase da competição – eleito o melhor em campo nas vitórias contra Figueirense e ASA-AL, na Vila Capanema. Amanhã, o Tricolor tenta emplacar uma sequência de três vitórias, consolidando um momento de evolução.

Nas contas de comissão técnica e jogadores, o Paraná só ficou aquém de suas possibilidades contra Oeste e Paysandu, únicas derrotas até aqui. “Na média, nosso desempenho fora é razoável, pois vencemos uma (o ABC, na estreia). Mas podemos, e vamos melhorar”, avisou Dado Cavalcanti, ciente de que para brigar pelo acesso não se pode contar apenas com os pontos ganhos em casa.