O Palmeiras escapou nos minutos finais de sofrer sua terceira derrota consecutiva no Campeonato Brasileiro. A equipe perdia por 1 a 0 para a Chapecoense, na noite desta quinta-feira, em Chapecó, quando o árbitro assinalou pênalti e Jean empatou já no desfecho do confronto. Ainda assim, mesmo encerrando a série negativa, o técnico Cuca não se mostrou satisfeito.

Para ele, o Palmeiras foi melhor durante parte do confronto, especialmente no segundo tempo, e merecia melhor sorte. “Ficou com um gostinho de quero mais”, comentou o treinador. “Tomamos a iniciativa o tempo todo, tivemos mais de 20 conclusões, é uma pena a bola ter entrado no fim. Deixamos de acertar o passe final em lances claros, além da atuação do Danilo (goleiro da Chapecoense), que foi muito boa.”

Cuca lamentou ainda a falha do goleiro Vagner – que não segurou fácil cruzamento e possibilitou o gol adversário – e a instabilidade gerada após o lance. “A Chapecoense vinha de um grande resultado contra o São Paulo. Motivada pelo torcedor, teve a felicidade de sair na frente em uma falha nossa. E quer queira ou não, muda, cria a instabilidade na equipe que tinha o domínio”, avaliou. Ainda assim, ele ponderou: “Pelo que o Palmeiras propôs, a gente merecia melhor sorte.”

Embora tenha reprovado o empate, Cuca ao menos pôde celebrar o fim da sequência de derrotas. “Saímos dos 32 pontos, que estávamos parados há dois jogos. Andamos e, se vencermos o Vitória (domingo, no Allianz Parque), podemos terminar na liderança e ganhar um título simbólico (do primeiro turno). A gente pode encaminhar um segundo turno melhor e entender algumas coisas para melhorarmos.”