Cuca revelou nesta quarta-feira o motivo das trocas de Robinho e Lucas por dois laterais do Cruzeiro e a saída de atletas pouco utilizados, como Nathan e Fellype Gabriel. O treinador do Palmeiras afirmou que é preciso “dar uma mexida no elenco” e que montar o time é uma das tarefas mais difíceis de seu trabalho.

“Eu sei que quando você faz algumas trocas você não contenta a todos. Críticas vão vir, mas não me incomodo com isso”, afirmou o técnico. “Não é o caso de ver quem sai ganhando ou perdendo. Você dá uma mexida no elenco.”

Na noite de terça-feira, o Palmeiras surpreendeu ao anunciar a troca do lateral-direito Lucas e do meia Robinho pelos laterais do Cruzeiro Fabiano (direito) e Fabrício (esquerdo). Cuca disse que as trocas seguiram critérios técnicos e afirmou que as duas equipes vão sair ganhando.

Já nesta quarta-feira o zagueiro Nathan foi emprestado ao Criciúma e Fellype Gabriel rescindiu contrato com o Palmeiras. As saídas destes jogadores faz parte do planejamento do treinador, que deseja reduzir o elenco. “Nós temos 38 jogadores, não tem como trabalhar com 38 em duas frentes e ter um nível de treino bom. É natural. Tem jogador que não adianta ficar aqui.”

Cuca afirmou ainda que tem apoio do diretor de futebol Alexandre Mattos e do presidente Paulo Nobre e que “sabe o que está fazendo”. “Eu gosto de fazer montagens, modéstia à parte eu sei fazer. Não me lembro de ter feito uma má montagem.”